Superliga Feminina

  • Crédito: Divulgação/Praia Clube

    Resultado positivo manteve o Praia Clube na liderança isolada do torneio, agora com 53 pontos.

Praia Clube despacha Osasco

Ao natural, líder da Superliga feminina aplicou 3 sets a 0 no time paulista
Por: Redação, com assessoria/CBV - 29/02/2020 10:50:38

O Dentil/Praia Clube (MG) venceu mais uma partida e segue na liderança isolada da Superliga feminina 2019/20. Nesta sexta-feira (28), a equipe mineira superou o Osasco Audax/São Cristóvão Saúde (SP) por 3 sets a 0 (25/18, 25/19 e 25/17), no ginásio do Praia Clube, em Uberlândia (MG). A partida foi válida pela nona rodada do returno da competição.

O time de Uberlândia (MG) aparece em primeiro lugar na classificação geral, com 53 pontos (18 vitórias e uma derrota). O Osasco Audax/São Cristóvão Saúde está em quarto lugar, com 38 pontos (14 resultados positivos e seis negativos).

A central Carol brilhou, ficou com o Troféu VivaVôlei e foi a maior pontuadora do confronto, com 14 pontos (cinco de ataque e nove de bloqueio). Ao final do duelo, a atacante comentou sobre o resultado positivo do time de Uberlândia (MG).

“Fiquei feliz pelo coletivo do nosso grupo. Nosso bloqueio, a defesa e o saque funcionaram muito bem. Sabemos que ainda precisamos melhorar, mas hoje conseguimos uma consistência maior e a equipe está de parabéns”, disse Carol.

Pelo lado do Osasco Audax/São Cristóvão Saúde, a levantadora Roberta lamentou o resultado e atuação do grupo do treinador Luizomar de Moura.

 “Difícil explicar o que aconteceu nesse jogo. Tivemos uma semana boa de treinos, estudamos muito o time delas. E, no início, conseguimos tocar em algumas bolas, mas não fomos capazes de colocar a bola no chão. Nosso saque também não foi tão agressivo quanto deveria. Além disso, a equipe do Praia tem muitas opções de troca e hoje conseguiu ser mais eficiente”, analisou Roberta.

As duas equipes voltarão à quadra na próxima terça-feira (3). O Dentil/Praia Clube (MG) jogará com o Flamengo (RJ), às 19h30, no ginásio do Praia, em Uberlândia (MG), e o Osasco Audax/São Cristóvão Saúde (SP) medirá forças com o Itambé/Minas (MG), às 20h, no José Liberatti, em Osasco (SP).

Outros jogos

O Itambé/Minas (MG) superou o Sesi Vôlei Bauru (SP), de virada, por 3 sets a 1 (17/25, 25/19, 25/14 e 25/21), na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG). A oposta Bruna entrou durante o jogo e ficou com o Troféu VivaVôlei. A oposta Rahimova, do Sesi Vôlei Bauru, foi a maior pontuadora da partida, com 22 pontos.

O Fluminense (RJ) foi até São Paulo (SP) e levou a melhor no confronto direto contra o Pinheiros (SP) por 3 sets a 0 (25/15, 25/14 e 25/21), no ginásio Henrique Villaboin, em São Paulo (SP). A oposta Paula Borgo teve grande atuação, marcou 18 pontos (17 pontos de ataque e um de bloqueio) e ficou com o Troféu VivaVôlei.

O São Paulo/Barueri (SP) venceu o São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) por 3 sets a 1 (25/12, 23/25, 25/14 e 25/17), no ginásio Lauro Gomes, em São Caetano do Sul (SP). A oposta Lorenne marcou 20 pontos e levou o Troféu VivaVôlei para casa.

O Flamengo (RJ) jogou em casa e passou pelo Curitiba Vôlei (PR) por 3 sets a 0 (25/18, 25/14 e 25/17), no ginásio Hélio Maurício, no Rio de Janeiro (RJ). A central Roberta foi a maior pontuadora da partida e líbero Gabi Dutra ficou com o Troféu VivaVôlei.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade