+ Notícias

  • Crédito: FIVB

    Convocada pelo quinto ano seguido, Roberta espera se firmar em ano pré-olímpico.

Roberta quer se firmar na Seleção

Levantadora não esconde alegria por defender seleção em mais uma temporada e espera ajudar o Brasil
Por: Redação e assessorias - 19/04/2019 13:03:42

O técnico José Roberto Guimarães divulgou nesta quinta-feira (18.04) a primeira lista de convocadas para a temporada da seleção brasileira feminina de vôlei. Com grandes competições pela frente (Liga das Nações, Campeonato Sul-Americano, Pré-Olímpico e Copa do Mundo), o treinador apostou, pelo quinto ano consecutivo, na experiência da levantadora Roberta Ratzke, que aguardava ansiosa o chamado. Agora, com seu nome na lista, ela promete dedicação total nos treinamentos para tentar ficar mais perto do seu maior sonho: disputar uma Olimpíada.

De férias, Roberta recebeu a notícia de que vestiria novamente a “amarelinha” com muita alegria. Principalmente em um ano repleto de compromissos e que antecede os Jogos de Tóquio.

“Para mim, convocação é sempre importante. Sempre que acaba o período de Superliga, fico muito ansiosa para ver se meu nome estará na lista. Todo atleta de alto rendimento trabalha para isso. Eu já estive com a seleção nos últimos quatro anos, mas cada temporada é uma sensação diferente. Poder estar lá, representando meu país, me dá um orgulho muito grande. Ainda mais neste ano, quando estarei cada vez mais perto do meu maior sonho, que é disputar os Jogos Olímpicos”, disse Roberta.

Com os treinamentos programados para começarem já na próxima segunda-feira (22.04), Roberta não vê a hora de suar muito a camisa e começar a ajustar o entrosamento com o restante do elenco.

“Será uma temporada muito importante, de preparação, de mostrar nosso trabalho cada vez mais. Estarei lá de coração aberto, me dedicando 100% todos os dias para representar bem o Brasil e ser útil ao time da forma que for necessária. Anos que antecedem as Olimpíadas sempre passam muito rápido. Teremos muitos compromissos pela frente e acredito que seja o momento ideal para a seleção brasileira começar a se firmar. Muita gente nova vai aparecer e precisamos estudar bastante, buscar como as coisas estão lá fora e ver o que precisamos aprimorar.  Temos que fazer um ano bom para chegar bem já em 2020”, analisou a levantadora.

Antes de se apresentar ao técnico José Roberto, Roberta estará ligada na TV para assistir ao primeiro jogo da final da Superliga Feminina, que será disputada neste domingo (21.04) entre Minas e Praia Clube. Sem torcida para nenhum lado, ela espera um grande confronto e muita festa no Mineirinho.

“Estive lá por oito anos seguidos e sei o quanto esse momento é importante para as atletas. Desejo boa sorte para todas as meninas e espero que o público aproveite o espetáculo, fazendo uma grande festa no Mineirinho. O vôlei brasileiro merece ter grandes jogos nessas finais”, encerrou Roberta.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade