Superliga Feminina

  • Crédito: Reprodução

    Discussão quase chegou às vias de fato.

Minas se manifesta sobre briga de Carol Gattaz com Kasiely

Atletas teriam se desentendido no tie-break do jogo contra o Praia Clube
Por: Bruno - 17/01/2020 07:55:28
21.828 visualizações

O Itambé/Minas se manifestou sobre a discussão entre a central Carol Gattaz e a ponteira Kasiely, na última terça-feira (14), na derrota para o Dentil/Praia Clube por 3 sets a 2, em Uberlândia (MG). Através de sua assessoria, o clube afirmou afirmou que “não houve briga entre as atletas, apenas uma discussão entre colegas de equipe, no calor da emoção do jogo”. 

O bate-boca teria acontecido no tie-break. Segundo o colunista Bruno Voloch, do Estadão, as duas se estranharam porque Carol teria se irritado com as colegas Lana e Bruna por conta das largadinhas dadas pelas jogadoras no set decisivo. A forma com que a capitã se dirigiu as companheiras não agradou Kasiely, que teria dito: “Você não tem que falar desse jeito, não!”.

Para evitar que a discussão continuasse, o técnico Nicola Negro interferiu. O italiano chegou a tapar a boca de uma das atletas para evitar a continuação do bate-boca. Tudo isso registrado pelas câmeras do SporTV, como pode ser visto no vídeo abaixo:

 

Falando sobre o que aconteceu dentro de quadra, com a derrota, o Minas foi ultrapassado pelo próprio Praia, perdendo a vice-liderança caindo para a terceira colocação, com 27. Na ponta da tabela, está o Sesc-RJ, com 29, mesma pontuação do time de Uberlândia, mas levando vantagem nos critérios. 

As duas equipes mineiras voltam à quadra na sexta-feira (17), jogando em casa. O Praia joga contra o lanterna Renata/Valinhos Country às 19h30, com transmissão do Canal Vôlei Brasil. E o Minas enfrenta o Flamengo, às 21h30, em jogo que passa no SporTV2.

Compartilhe



Veja também...

7 Comentários

  1. HelioDiz:

    A Carol gataz

  2. AbrilinoDiz:

    O Nicola só tapou a boca da jogadora para evitar que ela falasse alguma coisa que fizesse a outra jogadora a ir para cima dela. Se isso acontecesse, aí sim teríamos violência. As imagens mostram que ele não foi brusco e nem nada. Querer polemizar em cima do ato do treinador é uma baita idiotice.

  3. MarceloDiz:

    segue o jogo

  4. OsanaOliveiraDiz:

    Isso faz parte do jogo é normal

  5. OsanaOliveiraDiz:

    OsanaOliveira

  6. Gláucia M. C. CostaDiz:

    E quanto à atitude do técnico do Minas, ninguém fala nada? Tapar a boca das duas jogadoras, é um ato de violência contra a mulher. Queria ver se ele agiria assim se estivesse num time masculino!
    Merece punição.

  7. MarkitoDiz:

    A discussão entre Carol Gataz e Kasiely, foi sómente, uma discussãozinha entre o "CASAL"!!! KKKKKK...

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

Publicidade
Publicidade
Publicidade