+ Notícias

  • Crédito: Filipe de Andrade/Inovafoto/CBV

    Sada Cruzeiro conquista mais um importante título em sua história vitoriosa.

Cruzeiro é pentacampeão da Copa Brasil

Maior campeão da história do torneio, time mineiro aplica 3 sets a 0 sobre Sesi-SP
Por: Redação, com assessoria/CBV - 26/01/2020 12:40:37

O Sada Cruzeiro (MG) é pentacampeão da Copa Brasil masculina de vôlei. Diante um público de cerca de nove mil pessoas que lotaram a Arena Jaraguá, em Jaraguá do Sul (SC), o time mineiro sobrou sobre o Sesi-SP, aplicou 3 sets a 0 (25/23, 25/22 e 25/12) e conquistou a edição 2020. O título amplia a incrível sequência de títulos do Cruzeiro na competição nacional - agora são cinco, da equipe mais vitoriosa na história da Copa Brasil - e o garante ainda na Supercopa 2020.

Para chegar a decisão, o Sada Cruzeiro eliminou o Vôlei UM Itapetininga (SP) na fase de classificação e o Sesc RJ na semifinal. Já o Sesi-SP passou pelo Fiat/Minas (MG) no primeiro compromisso e pelo EMS Taubaté Funvic (SP) na partida que deu a vaga na grande final.

Maior pontuador da partida, com 18 acertos, o oposto Alan, do Sesi-SP, foi um dos destaques da partida. Pelo time campeão, dois jogadores dividiram o posto de maior pontuador: o central Isac e o oposto Luan, com 13 pontos cada um.

“A nossa equipe está de parabéns pelo que fez hoje. Sabíamos das dificuldades que enfrentaríamos, eles têm um time forte e também estão de parabéns. Mas nós trabalhamos para isso, para nos superar nos momentos decisivos. E é assim, com um passo de cada vez, que se consegue construir uma equipe vencedora. Estamos preparados para o que ainda virá nesta temporada e vamos comemorar muito a conquista de hoje”, disse Luan.

Após o jogo, o técnico Marcelo Mendez comemorou a vitória e mais um título conquistado pelo Sada Cruzeiro. “Trabalhamos para jogar cada dia melhor e trabalhamos para sermos campeões também. Nem sempre é possível, mas este é sempre o nosso objetivo. Fico feliz pelo jogo que fizemos na semifinal e por tudo que mostramos hoje nesta decisão”, disse Mendez.

O treinador argentino ainda analisou a partida. “Nos dois primeiros sets conseguimos fechar e atuar melhor nas bolas decisivas, acho que foram duas ações de bloqueio importantes. Já no terceiro set fizemos muita diferença no ataque e no saque também. Mostramos um bom voleibol e temos que seguir trabalhando assim na Superliga”, analisou Marcelo Mendez.

O levantador Fernando Cachopa fez questão de destacar a qualidade do trabalho feito diariamente nos treinamentos do Sada Cruzeiro.

“Damos muito duro todos os dias para viver momentos como esse. A Copa Brasil coroa um trabalho que estamos fazendo muito bem feito a cada treinamento. Juntamos a equipe toda em outubro e desde então temos crescido muito individual e coletivamente e acho que estamos no caminho certo”, disse Fernando.

Compartilhe



Veja também...

1 Comentários

  1. MarceloDiz:

    Faltou ao Sesi principalmente encaixar o saque que nem fez na semifinal,digo isso quanto ao 1 e 2 set claro,pq no terceiro faltou tudo ao Sesi,foi um massacre,mais um vice para o time paulista na competição,o quarto!Se não foi um jogão como estava esperando,pelo menos a equipe que torço foi campeão haha #penta
    Quanto ao Cruzeiro,jogou muito do inicio ao fim,todo mundo conseguiu se destacar,em especial o luan na minha opinião,que tinha o papel de cobrir a ausência do Evandro(que um personagem sempre muito importante ao Sada cruzeiro em finais),e cobriu-o com excelência,não deu nem para sentir saudade dele em quadra!
    E claro,sempre muito bom ver que um grande jogo foi acompanhado de estádio lotado,meus parabéns a cidade de jaraguá,conseguiu montar um pelo espetáculo,desde os jogos das semi à final,esperamos que esse show continue no Feminino também.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

Publicidade
Publicidade
Publicidade